Navegantes, 13 de Agosto de 2020

Florais de Bach

15 de Agosto de 2018 13h04

Florais de Bach – OS ESTÁGIOS DO EQUILÍBRIO EMOCIONAL


Quando estamos realizados e felizes, temos condições de transmitir coisas boas a todos que nos rodeiam. Porém, ao não darmos atenção às nossas reais necessidades e negligenciar nossos relacionamentos, nem sempre conseguimos nos manter em harmonia com nosso íntimo ou ter clareza suficiente para identificar e alcançar nossas metas.


A Terapia Floral ajuda no desenvolvimento das nossas virtudes, de maneira que a positividade vai se tornando cada vez mais evidente e a negatividade vai perdendo força, deixando de se manifestar sem resistência, de forma sutil e natural, “ assim como a neve que derrete sob a luz do sol… Dr. Bach”.


O Terapeuta Floral é aquele que estará aberto a orientar o seu tratamento de acordo com a necessidade específica para o seu fortalecimento emocional e servindo de apoio no processo de recuperação da responsabilidade por sua própria vida e felicidade.


Por se tratar de uma "limpeza" no padrão energético e mental, é necessário ao longo do tratamento saber lidar com cada um de seus estágios, assim, comprometendo-se com o tratamento para que atue de forma eficaz.

São eles:

1). Relaxar: ao iniciar o tratamento floral, há tendência de sentir apaziguamento mental e sentimental, uma espécie de relaxamento, como se o problema psicoemocional estivesse temporariamente anestesiado. 

2). Reconhecer: a pessoa ganha força para enfrentar a dor e não mais fugir do problema. Começa a observar a si mesmo, a refletir sobre sua atitude, podendo até se aprofundar em seu sofrimento, mas de forma consciente para entender o real motivos de suas emoções. É possível surgirem novas ideias ou o desejo de não desistir jamais dos seus objetivos e talvez se identifiquem novas crenças, ideais ou paradigmas.

3). Reagir: essa é a parte mais difícil da terapia floral, pois é o momento do confronto. Nesse momento, encontramos um fino véu que separa o sucesso do fracasso, pois a alma se vê em um dilema entre continuar obsoleta e assumir um novo paradigma. De qualquer forma, a responsabilidade cabe ao indivíduo e não ao floral ou ao terapeuta, visto que estes são meros intermediadores na busca do verdadeiro caminho para o bem-estar.

4). Renovar: podemos assegurar que, nesse passo, a pessoa já encontrou a solução e desenvolveu rapidamente um paradigma para sua vida. Surge um manancial de criatividade, autoconfiança, autoestima, amor próprio e paz interior. O indivíduo se fortalece de tal forma que todas as atitudes positivas são visíveis aos olhos de familiares e amigos.


Escrito por: Kely Kleinschmidt

Últimos artigos
Dicas sobre aleitamento materno 12 de Novembro de 2018 12h37
Parceria: Clínica Humana e Clube Navemar 17 de Agosto de 2018 08h53
Florais de Bach 15 de Agosto de 2018 13h04
FISIOTERAPIA EM GERIATRIA 06 de Julho de 2018 10h41
Pilates - Benefícios à saúde 03 de Julho de 2018 19h53